Solicite uma proposta
yFechar menu
Não encontrou?

Pesquisar...

Dasein convida: Judith Wiese, líder global de Pessoas e ESG da Siemens

Por que ser Chief People and Sustainability Officer é um superpoder que muda o jogo

 

 

Os desafios para a (co-) existência humana no planeta devido ao esgotamento de recursos, mudanças climáticas e práticas insustentáveis da era industrial são inegáveis. Gerenciar e mitigar esses fatores requerem uma abordagem ampla que transcende as preocupações ambientais. Devemos repensar a forma como conduzimos os negócios e organizamos nossas sociedades. Foco e dedicação são necessários para que esses esforços sejam eficazes.

No mundo corporativo, a atenção mais ampla necessária para lidar com questões de sustentabilidade geralmente é atribuída ao papel do Chief Sustainability Officer (CSO). Não há, no entanto, padrões universais para o que essa função faz ou quanta autoridade ela tem para ser eficaz. Na Siemens, a função de CSO tem sido uma posição de nível de diretoria desde 2008, ressaltando a importância da sustentabilidade como um bloco de construção de nosso DNA e estabelecendo uma base sólida para construir. E é isso que fazemos, todos os dias.

Judith Wiese é diretora global de Pessoas e de Sustentabilidade da Siemens AG.

Como Chief People and Sustainability Officer (CPSO) da Siemens, tenho a oportunidade única de usar dois chapéus: um para garantir o bem-estar de nosso pessoal e nutrir a cultura de nossa empresa e outro para promover práticas sustentáveis em nossas próprias operações e todos os aspectos do nosso negócio – multiplicando o impacto para os nossos clientes e comunidades. Para mim, isso é um superpoder. Ele une dois potentes elementos que perpassam horizontalmente todos os nossos negócios: Pessoas e Sustentabilidade – ambos necessários para encontrar soluções para resolver os problemas mais críticos do nosso tempo. Adicione o poder que a Siemens traz como uma empresa de tecnologia e você terá uma combinação irrefreável que apoia ativamente a mudança de mentalidade necessária para alcançar um mundo mais sustentável.

Abordagem centrada nas pessoas para a transformação

As questões de sustentabilidade são comumente vistas em termos de metas ambientais, sociais e de governança corporativa (ESG). Na Siemens, nosso impulso para práticas de negócios sustentáveis está contido em nossa estrutura de 360 graus, com seis campos de ação: Descarbonização, Ética, Governança, Recursos com Uso Eficiente, Equidade e Empregabilidade ou DEGREE. Nossa estrutura DEGREE é, entre outras coisas, um compromisso com padrões éticos baseados na confiança e no respeito aos direitos humanos na cadeia de suprimentos. Leva a conversa sobre sustentabilidade a outro nível – não é mais um tema com um objetivo, mas parte integrante de tudo o que fazemos e defendemos.

O DEGREE permite uma visão holística da sustentabilidade que coloca em foco tópicos como empregabilidade e equidade, bem como impacto ambiental e social. Incentivamos o aprendizado contínuo e estamos comprometidos com a requalificação e atualização, especialmente as habilidades verdes necessárias para lidar com os problemas complexos que enfrentamos. No último ano fiscal, investimos € 280 milhões em treinamento profissional e educação continuada para transformar nossa força de trabalho em embaixadores da sustentabilidade. Nosso altamente popular Base Camp for Sustainability oferece uma introdução ao DEGREE e 66 mil participantes já concluíram o curso no ano fiscal de 2023.

Valorizamos o E de Equity (equidade) que nos ajuda a integrar e promover diversidade, equidade e inclusão na estrutura de nossa empresa. Isso nos ampara para criarmos uma força de trabalho que reflete o panorama de nossos clientes e traz uma nova perspectiva para a maneira como pensamos sobre a criação de soluções. A intersecção do interesse das pessoas com os valores de nossa empresa cria um sentimento de pertencimento e engajamento que tanto admiramos quanto apreciamos.

A união das responsabilidades pela sustentabilidade e pela operação de pessoas permite que os aspectos sociais sejam complementados pela proficiência nas esferas ambiental e de governança corporativa. Na Siemens, com a sustentabilidade no centro de nossos processos, precisamos de habilidades relevantes em nossas unidades de negócios e funções corporativas. Isso permite que abordagens sustentáveis sejam desenvolvidas de maneira ecossistêmica, observando os padrões interfuncionais e de governança de negócios necessários para cumprir os novos regulamentos de classificação da UE e desenvolver relatórios não financeiros e diretrizes contábeis.

Benefícios comerciais tangíveis na união da sustentabilidade com pessoas e mudança organizacional

Para efetuar a mudança, são necessárias uma transformação cultural e organizacional e uma mudança de mentalidade. A convergência de pessoas e sustentabilidade pode ser uma ferramenta útil para acelerar o impulso de mudança tão necessária em todos os aspectos de nossa existência. De fato, para uma empresa como a Siemens – que passa de indústria a líder global em tecnologia – a sustentabilidade é uma grande oportunidade. Fundamentalmente, isso se aplica tanto às nossas próprias operações quanto ao nosso portfólio. Aumentamos nossa meta de redução de CO2 de 50% para 90% até 2030, em comparação com 2019, e investiremos € 650 milhões na descarbonização de nossas atividades até 2030. Mas nossos produtos e soluções também podem ajudar nossos clientes em seus desafios de sustentabilidade – 150 milhões de toneladas de emissões foram evitadas pelos clientes somente no ano fiscal de 2022.

As empresas que reconhecerem o poder dessa combinação estarão bem posicionadas para impulsionar a inovação e o crescimento, aumentar o engajamento dos funcionários e mitigar os desafios associados à rápida transformação.

Como uma empresa na intersecção dos mundos real e digital, nós da Siemens acreditamos que a tecnologia é um fator chave para a sustentabilidade. Abraçando uma visão holística que vai além dos tópicos ambientais, ancoramos firmemente a sustentabilidade em todos os nossos negócios e operações. Estamos confiantes de que alavancar a combinação de superpoderes de tecnologia, pessoas e sustentabilidade pode fazer a diferença, resolver os desafios existenciais de nossa era e transformar a vida de bilhões.

Judith Wiese é diretora global de Pessoas e de Sustentabilidade e membro do board da Siemens AG, responsável pelo Brasil.

Conteúdos

Relacionados

Dasein na Mídia: especialistas em carreira comentam a série brasileira 3%

Dasein na Mídia: especialistas em carreira comentam a série brasileira 3%

Caminhando para a terceira temporada, a série brasileira “3%”,...
10 min de leitura
Garimpo cultural: especial férias

Garimpo cultural: especial férias

O perigo de uma história única Como criamos referências...
5 min de leitura
Receba novidades

Newsletter

Para acompanhar nossas novidades, insights e outros formatos de conteúdo, cadastre-se e siga conosco. Será um prazer ter a sua companhia nessa jornada.