yFechar menu
Não encontrou?

Pesquisar...

Crônica: Sou o viajante que sou

“Um viajante merece ser reverenciado. Sua profissão é o melhor símbolo de nossa vida: indo “DE-PARA”!. É a história de cada um de nós.”

Considero a afirmação acima, do filósofo Thoreau, a das mais encantadoras e procedentes, em vários níveis de significado.

A vida é movimento. O ar que inspiramos e expiramos, os ossos, músculos, sangue, hormônios e os impulsos nervosos, todos têm em comum a propriedade de movimentar-se para sustentar nossa vida orgânica. Igualmente, desde que nascemos, estamos todos “indo”, rumo a nosso “destino”.: de um lugar para outro, de um ciclo de vida a outro…nos tornando tudo o que somos, e possuindo tudo o que temos.

A bagagem da vida vai incorporando sucessivas experiências, surpresas, acasos, encontros desejados, sincronicidades…

Às vezes, fica leve como pluma. Em outras, pesada como chumbo. O viajante consciente sempre se permite um tempo para contemplá-la. São momentos preciosos, que lhe possibilitam desfazer dos excessos e preencher o espaço, priorizando o essencial e o mais significativo para sua existência. Millan Kundera diria que esses são os que conquistaram a desejável leveza de ser.

Em contrapartida, há os viajantes acelerados, que por quaisquer razões, não se dão pausas, e acumulam tanto peso, que correm o risco de se machucarem ou bloquearem a funcionalidade saudável de seu corpo.

A você, viajante, um desafio: escolha e faça a sua história.

Por: Cecília Andrés Caram – Psicóloga Clínica, Consultora e Professora. Mestra e Residente pela University of North Carolina,USA.

Conteúdos

Relacionados

Inspire-se com Michelle Sander

Inspire-se com Michelle Sander

Publicitária de formação, Michelle Sander nutria uma carreira promissora...

Recrutando recrutadores

Recrutar os melhores talentos para sua empresa começa por...
Não encontrou?

Pesquisar...

Receba novidades

Newsletter

Para acompanhar nossas novidades, insights e outros formatos de conteúdo, cadastre-se e siga conosco. Será um prazer ter a sua companhia nessa jornada.